quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Programação - Missa de finado da Paróquia de Nossa Senhora dos Aflitos.

O Senhor cumpre sempre suas promessas!

#minisermao (31/10/18)

Não imagine que ganhará o céu por multiplicar rezas e devoções; tudo isso deve ser o fruto maduro de um coração que ama e crê. Sem fé e amor a religião vira crendice, vira um conjunto de práticas, símbolos, devoções, códigos de verdades; mas a verdadeira religião é seguir a pessoa de Jesus, que é o caminho verdadeiro para a vida, seguir a palavra de Deus, que muito mais do que um livro é uma pessoa. Jesus é a palavra que se fez carne e habitou no meio de nós, aderir à pessoa de Jesus, que está vivo no meio de nós, é a verdadeira religião, ser o Seu discípulo e ter Jesus no coração para amar como Jesus amou e viver como Jesus viveu, é a verdadeira fé, isso leva para o céu. (Lc 13,22-30)
Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Quarta-feira da 30ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 13,22-30)

Virão do oriente e do ocidente, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 13,22-30

Naquele tempo, Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém. Alguém lhe perguntou: "Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?" Jesus respondeu: "Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão". Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós do lado de fora começareis a bater, dizendo: 'Senhor, abre-nos a porta!' Ele responderá: 'Não sei de onde sois'.
Então começareis a dizer: 'Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!' Ele, porém, responderá: 'Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!' Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas no Reino de Deus, e vós, porém, sendo lançados fora.
Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. E assim há muitos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
QUEM SE SALVARÁ? No Evangelho, vemos Jesus fazer o convite para que nos esforcemos em passar pela porta estreita. Após longa caminhada terrena, somos convidados a passar pela porta estreita para entrar no céu. Mas antes de chegarmos à porta, Jesus faz contínuos apelos à conversão, pois, para entrar pela porta estreita, é necessário o exercício contínuo do desapego, tanto dos bens materiais, quanto dos títulos e reconhecimentos humanos. O caminho até a porta deve ser feito, acumulando tesouros nos céus, dos quais vamos usufruir quando lá chegarmos.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Felizes todos os que respeitam o Senhor!

A semente da Palavra produz bons frutos em nossa vida!

Permita que essa pequena semente, desprezível aos olhos humanos, cresça na nossa vida e produza muitos frutos
"A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore, e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos" (Lucas 13,18-19).

#minisermao (30/10/18)

Grandes árvores já foram pequenas sementes; não despreze o que parece pequeno; seja um paciente semeador. As coisas não nascem grandes, é preciso um dia depois do outro; antes de falar para uma multidão é preciso falar para uma pessoa; faça o trabalho da formiguinha, faça o paciente trabalho da abelha, que vai de flor em flor, depois juntando todos os pequenos gestos você se surpreenderá ao acordar no dia seguinte, você plantou, mas Deus fez a semente crescer e com o tempo você olhará para aquela grande árvore, aquela grande família, aquele grande empreendimento e dirá: "Não nasceu assim, foi o fruto de pequenos esforços". (Lc 13,18-21)
Pe Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Terça-feira da 30ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 13,18-21)

A semente cresce, torna-se uma grande árvore.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 13,18-21.

Naquele tempo, Jesus dizia: "A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore, e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos". Jesus disse ainda: "Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus? Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
O GRÃO DE MOSTARDA E O FERMENTO - A liturgia faz um convite a refletirmos sobre a forma como o Reino de Deus se desenvolve em meio aos homens. Por meio de breves parábolas, Jesus mostra que a efetivação do Reino não se faz por obras grandiosas, mas por pequenas atitudes, que por diversas vezes são invisíveis aos olhos de muitos, mas que são construtoras do Reino. As parábolas ensinam o contraste entre o singelo início de algo e seu grandioso final. Da mesma forma é o Reino, que inicia sua construção com pequenas atitudes de amor e perdão, que se transformam na grandiosidade do Reino de Deus.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Sejamos, pois, imitadores do Senhor, como convém aos amados filhos seus!

#minisermao (29/10/18)

A lei é muito importante, mas o legalismo é uma doença terrível que não consegue ver para além da letra; é a cegueira do coração. O legalista, na verdade, usa a lei como espelho para ver ele mesmo, é uma forma de narcisismo e cumprindo a lei ele se acha melhor do que os outros, mas a lei é um instrumento de paz e de convívio social, a lei apenas um meio, ela é uma ponte que junta as duas margens, a lei é para as pessoas e não as pessoas para a lei; a dignidade da pessoa humana está acima da lei, por isso Jesus curou, até mesmo, uma mulher na sinagoga em dia de sábado, Ele colocou a caridade acima da Lei. (Lc 13,10-17)
Pe Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Segunda-feira da 30ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 13,10-17)

Esta filha de Abraão, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 13,10-17.

Naquele tempo, Jesus estava ensinando numa sinagoga, em dia de sábado. Havia aí uma mulher que, fazia dezoito anos, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada e incapaz de se endireitar. Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse: "Mulher, estás livre da tua doença". Jesus pôs as mãos sobre ela, e imediatamente a mulher se endireitou e começou a louvar a Deus.
O chefe da sinagoga ficou furioso, porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado. E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão: "Existem seis dias para trabalhar. Vinde, então, nesses dias para serdes curados, não em dia de sábado".
O Senhor lhe respondeu: "Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento, para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? Esta filha de Abraão, que satanás amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?"
Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com as maravilhas que ele fazia.
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:

LIVRE DA OPRESSÃO - Para fazer o bem, não se pode ter hora nem lugar, pois todo o tempo é tempo de se fazer o bem; isso é o que Jesus nos ensina. Ele rompe com as normas, quando realiza a cura de uma mulher em dia de sábado, querendo nos mostrar que o cuidado com a pessoa encontra-se acima das normas ou leis, pois a vida humana é superior a tudo isso. A compaixão que Cristo sente o leva a romper com as velhas estruturas de seu tempo, mostrando a superioridade da vida.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

É assim a geração dos que buscam vossa face, ó Senhor, Deus de Israel.

Retiremos as coisas velhas do nosso coração!

Muito cuidado com os embrulhos do coração, aquelas coisas mal resolvidas ou cuidadas de qualquer jeito. "Quando, pois, tu vais com o teu adversário apresentar-te diante do magistrado, procura resolver o caso com ele enquanto estais a caminho. Senão, ele te levará ao juiz, o juiz te entregará ao guarda, e o guarda te jogará na cadeia. Eu te digo: daí tu não sairás, enquanto não pagares o último centavo" (Lucas 12,58-59).

#minisermao (26/10/18)

O discernimento é um dom que o Espírito Santo nos dá; é preciso discernir os sinais dos tempos. Somos especialistas em discernir os sinais do tempo, da natureza, se está nublado, se vai fazer sol, calor, frio... sabemos até discernir se o vento vem do leste e vai para o oeste, mas e o Espírito Santo, o vento de Deus, que sopra onde quer, quando quer e como quer é preciso discernir a direção do vento do Espírito, para onde o vento nos leva, para onde a vontade de Deus aponta o caminho da nossa felicidade e ouvir a voz interior que fala "Faz isso, evita aquilo" é a voz de Deus no sacrário da nossa consciência. É preciso ouvir e discernir. (Lc 12,54-59)
Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Sexta-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 12,54-59)

Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu.
Como é que não sabeis interpretar o tempo presente?
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,54-59.

Naquele tempo, Jesus dizia às multidões: "Quando vedes uma nuvem vinda do ocidente, logo dizeis que vem chuva. E assim acontece. Quando sentis soprar o vento do sul, logo dizeis que vai fazer calor. E assim acontece. Hipócritas! Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu. Como é que não sabeis interpretar o tempo presente? Por que não julgais por vós mesmos o que é justo?
Quando, pois, tu vais com o teu adversário apresentar-te diante do magistrado, procura resolver o caso com ele enquanto estais a caminho. Senão ele te levará ao juiz, o juiz te entregará ao guarda, e o guarda te jogará na cadeia. Eu te digo: daí tu não sairás, enquanto não pagares o último centavo".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
O olhar do que crê não se deposita só em Deus, na contemplação de sua glória e beleza, mas também nas coisas criadas. Deus se manifesta nas novidades que nos interpelam, nos novos desafios que se apresentam à nossa vida, no que acontece no mundo. Em tudo o que acontece o Senhor nos pede para darmos um passo a mais, que avancemos, que não fiquemos parados no passado. A Palavra de Deus quer iluminar a nossa vida, os diversos acontecimentos e isso só é possível se dermos espaço a Ela. Deus abençoe você!

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Transborda em toda a terra a bondade do Senhor!

#minisermao (25/10/18)

Jesus veio trazer uma paz de fogo; o Espírito Santo nos queima e faz capazes de agitar realidades mortas. Jesus não veio trazer uma paz acomodada, uma paz instalada, uma paz que não mexe com ninguém, uma paz conformista, resignada, isso não é paz; a paz de Jesus é a paz que nos vem do Espírito Santo, aquele que mexe com as realidades sociais, até mesmo políticas, espirituais, esta paz de fogo está na boca, no coração, na mente dos discípulos de Jesus, que transformou a história para sempre e nos deixou o seu Espírito, o fogo do céu. (Lc 12,49-53) Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Quinta-feira da 29ª Semana do Tempo Comum


A Igreja celebra hoje a memória de Sto. Antônio de Sant'Ana Galvão, memória.

Evangelho (Lc 12,49-53)

Não vim trazer a paz mas a divisão.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,49-53.

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: "Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso! Devo receber um batismo, e como estou ansioso até que isto se cumpra!
Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer a divisão. Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas, três ficarão divididas contra duas e duas contra três; ficarão divididos: o pai contra o filho e o filho contra o pai; a mãe contra a filha e a filha contra a mãe; a sogra contra a nora e a nora contra a sogra".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A CISÃO DO REINO - O Reino anunciado por Jesus criou rupturas no seio da humanidade. Pode parecer estranho, considerando que pretendia ser um Reino de paz. Entretanto, Jesus afirmou não ter vindo trazer paz à Terra, e sim, a divisão.
Como se explica a ruptura causada pelo Reino? Ele consiste numa proposta de Jesus à humanidade. Sendo proposta, pode ser acolhido ou rejeitado. Rejeitar o Reino significa optar pelos valores que lhe são contrários. Assim se estabelece uma dupla polaridade de ação. De um lado, coloca-se quem acredita no amor, na justiça e no perdão. De outro, posiciona-se quem se entrega ao egoísmo, à injustiça e à violência. Não existe conciliação possível entre estes dois projetos de vida. É ingênuo e inútil pretender juntá-los a qualquer custo, pois são inconciliáveis.
Pode acontecer que, numa mesma família, o pai faça sua opção pelo Reino e o filho não, a mãe sim e a filha não, a sogra sim e a nora não, ou vice-versa. Assim, se estabelece uma divisão irremediável dentro da família, por causa do Reino. Este não une, ao contrário, desune. Não pode acontecer, porém, que o pai pactue com a maldade do filho, ou a mãe ceda ao egoísmo da filha e, ainda, a sogra concorde com a injustiça da nora, ou vice-versa, só para não desagradar. As exigências do Reino colocam-se acima dos laços familiares.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Com alegria bebereis do manancial da salvação!

A mediocridade é uma tentação para a vida cristã!

É importante vivermos a vigilância, o cuidado e o aperfeiçoamento da nossa própria vida. "A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!" (Lucas 12,48).
Deus nos adverte, ensina-nos, forma e educa. Não podemos desprezar nem viver de qualquer jeito, como se fôssemos ignorantes em relação às coisas d'Ele, a não ser que nos portemos com ignorância, ignorando a graça que nos foi concedida. Deus nos livre de uma vida cristã medíocre e nos dê a graça da autenticidade de vida. Esforcemo-nos, dediquemo-nos e apliquemo-nos por uma vida cristã mais consistente.

#minisermao (24/10/18)

Se a vida é um empreendimento, não somos os proprietários, apenas os administradores; o dono é Deus! Temos o péssimo costume e até a ilusão de achar que somos donos das coisas, dos bens e até das pessoas, mas aquela família você recebeu por empréstimo, aquele povo eu recebi emprestado e devo devolver ao verdadeiro dono, que é Deus; aquele filho não é seu, ele é filho de Deus e você o recebeu como filho por um tempo, para administrar. É preciso ser um administrador fiel e prudente e ao final de tudo dizer para Deus, o dono do mundo: "Toma Senhor, tudo é Teu!" (Lc 12,39-48)
Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Quarta-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 12,39-48)

A quem muito foi dado, muito será pedido.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,39-48.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes".
Então Pedro disse: "Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?" E o Senhor respondeu: "Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. Porém, se aquele empregado pensar: 'Meu patrão está demorando', e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis.
Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!"
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
O SERVO PRUDENTE E FIEL - A todo ser humano é confiada uma responsabilidade, sendo a uns mais e a outros menos. Dessa forma, Jesus adverte de que àqueles que mais forem confiadas responsabilidades, mais será cobrado. Portanto, podemos aprender, desse ensinamento de Jesus, que o verdadeiro discípulo está sempre atento aos ensinamentos do Mestre e sempre pronto a cumpri-los. Agindo dessa forma, o discípulo demonstra maturidade e responsabilidade, pois quanto mais se conhece as coisas de Deus, mais as amamos e mais disponíveis à missão ficamos.

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Pense nisso!

Estejamos sempre atentos e vigilantes com a nossa vida!
Que Deus nos dê a graça de vivermos sempre mais vigilantes, atentos e cuidadosos. "Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas" (Lucas 12,35).

O Senhor anunciará a paz para o seu povo!

#minisermao (23/10/18)

As grandes oportunidades e os piores acidentes não marcam hora; é preciso estar vigilante e atento. Quando menos esperamos, as coisas acontecem. Se há fatos que nos surpreendem, imagina se nós nos acomodarmos, se nós perdermos o encanto do dia a dia e vivermos as coisas como se fossem costumeiras; o costume mata o êxtase e nos impede de ter olhos para ver o novo, o surpreendente que pode acontecer a qualquer momento, e por detrás daquele dia aparentemente normal, existe uma grande oportunidade. Quem tem ouvidos para ouvir ouça. (Lc 12,35-38)
Pe Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Terça-feira da 29ª Semana do Tempo Comum


Evangelho (Lc 12,35-38)

Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,35-38.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas. Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater. Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade, eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A VIGILÂNCIA CRISTÃ - O Evangelho de hoje convida-nos à atenção e vigilância, sempre de prontidão. Todo cristão é convidado a estar de prontidão na missão, isto é, continuamente disponível às necessidade da comunidade, numa atitude de serviço. Bem-aventurados os que estão de prontidão, os que servem os irmãos, pois é assim que se constrói o Reino. Àqueles que estiverem de prontidão no serviço dos irmãos, o próprio Cristo é quem lhes servirá. Assim, vemos que a vida cristã só terá sentido em uma constante e incansável doação ao próximo.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

O Senhor mesmo nos fez, e somos seus!

#minisermao (22/10/18)

Não se pode medir uma pessoa pelos seus bens; somos mais do que temos; o pior tipo de pobreza é se confundir com suas riquezas. E lá do meio da multidão alguém gritou para Jesus: "Mestre, diga para o meu irmão repartir a herança comigo". E Jesus deu uma aula sobre o que significa confundir-se com seus bens, o que significa ser levado à falência pela ganância; acumular, acumular e acumular sem medida pode levar a uma ilusão de que tudo está bem e que por muitos anos não precisaremos trabalhar, só que a nossa vida vai durar apenas mais alguns dias, este tesouro ficará na terra e nós não levaremos nada para o céu. (Lc 12,13-21)
Pe. Joãozinho, scj

"Seja chic. Seja simples"

Entro numa loja e vejo um cartaz dizendo "Seja chic. Seja simples". Perguntei ao comerciante de onde ele tinha tirado aquela ideia e ele me disse que depois que o Papa andou de carro simples, tomou chimarrão do povo e andou com o vidro aberto o tempo todo abraçando crianças e velhos, a simplicidade virou "chic". Cafona agora é querer privilégios e fazer ostentação, me disse ele.
Fiquei pensando no que falou o dono daquela loja e conversei com muitas pessoas a respeito. Todas me disseram ter a mesma sensação. Ostentar, usar coisas caras, exigir privilégios, ter carrões, etc. virou coisa de "novo rico" e, portanto, fora de moda, fora do tempo. A moda agora é ser simples.
E ser simples não significa não querer coisas de boa qualidade, nem viver na penúria. Ser simples é dar valor às pequenas coisas e aos pequenos gestos que o mundo de hoje esqueceu. É respeitar as pessoas pelo que elas são e não pelo possuem de bens materiais. É acabar com a arrogância, com a presunção. Ser simples é ser normal, sem afetação, sem se deixar dominar por desejos de aparecer, de ser aplaudido, de estar sempre nos holofotes.
Ser simples é reaprender a curtir a natureza em toda a sua exuberância. É reaprender a olhar nos olhos das pessoas quando falar com elas; ser educado com pessoas simples, balconistas, garçons, motoristas de ônibus, etc. Ser simples é não perder a calma quando se é contrariado; falar baixo em lugares públicos; não falar mal dos outros. Enfim, ser simples é reaprender a ser gente.
E como seria bom se o mundo voltasse a ser povoado por gente normal e não por neuróticos cheios de vontade. Como seria bom se as pessoas voltassem a falar com licença, por favor, obrigado, me desculpe. Como seria bom se as pessoas reaprendessem a respeitar os mais velhos; ter mais afeto com as crianças. Como seria bom se as pessoas reaprendessem a amar o próximo e a lembrar que somos todos iguais.
Lembre-se: o "chic" agora é ser simples! Pense nisso. Sucesso.

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Segunda-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

A Igreja celebra hoje a Memória litúrgica de São João Paulo II (facultativa)

Evangelho (Lc 12,13-21)

E para quem ficará o que tu acumulaste?'
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,13-21.

Naquele tempo, alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: "Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo".
Jesus respondeu: "Homem, quem me encarregou de julgar ou de dividir vossos bens?" E disse-lhes: "Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens".
E contou-lhes uma parábola: "A terra de um homem rico deu uma grande colheita. Ele pensava consigo mesmo: 'Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita'. Então resolveu: 'Já sei o que vou fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, aproveita!' Mas Deus lhe disse: 'Louco! Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida. E para quem ficará o que tu acumulaste?' Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico diante de Deus".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:

O RICO INSENSATO - A reflexão proposta pelo Evangelho de hoje é sobre o acúmulo de bens. Os bens terrenos ajudam-nos e dão conforto e segurança nesta vida, porém eles não nos eternizam. Diante da eternidade que esperamos na vida futura, nossa vida terrena torna-se um nada por isso nossa preocupação deve ser a de acumular os bens espirituais, pois estes nos garantem a eternidade. Esses bens espirituais são obtidos no silêncio da fé e da oração, que se concretizam na caridade. Por isso, Jesus pede-nos para não acumularmos bens materiais, mas sim ajuntarmos tesouros no céu.

sábado, 20 de outubro de 2018

Testemunhemos o amor de Deus!

Testemunhemos o nosso Deus e não reneguemos a nossa fé, não nos deixemos levar por uma sociedade onde a fé está sendo subtraída, "Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus" (Lucas 12,8).
A nossa missão é testemunhar aquilo que cremos, aquilo que Deus realiza em nossa vida. Ser testemunha é levar para o outro aquilo que nós vimos.
Onde eu estiver, não posso negar este amor. Se, muitas vezes, estou cansado ou fraquejando na minha fé, isso não é e nem pode ser mais alto do que a verdade que está em nós; e a verdade que está em nós é que o amor de Deus é maior.
Testemunhemos o nosso Deus e não reneguemos a nossa fé, não nos deixemos levar por uma sociedade, por um mundo onde a fé está sendo subtraída, negada e deixada de lado. Testemunhemos o amor de Deus, porque esse amor é maior do que tudo.

Você deu o seu filho comando sobre as obras de suas mãos!

#minisermao (20/10/18)

O Espírito Santo nos revela a palavra certa, do jeito certo, para a pessoa certa, na hora certa. Existe um dom de sabedoria, um dom de inteligência, uma palavra de ciência, um dom do conselho, são socorros divinos que nos ajudam a dizer alguma coisa para aquela pessoa que espera uma palavra, mas o Espírito Santo não nos dá apenas a palavra, Ele nos ensina como falar e para quem dizer e muitas vezes, há certos silêncios inspirados pelo Espírito que falam mais, muito mais que mil palavras. (Lc 12,8-12)
Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz Meditando o Santo Evangelho do Sábado da 28ª Semana do Tempo Comum


Evangelho (Lucas 12, 8-12)

Nessa hora o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,8-12

Eu digo a ti: Para todo aquele que se declara diante de mim através dos homens, o Filho do homem também se declarará diante dos anjos de Deus. Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.  Todo aquele que disser alguma palavra contra o Filho do homem será perdoado; Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. Quando te levarem às sinagogas, aos magistrados e às autoridades, não te preocupes com como ou com o que te defenderás, nem com o que disseres, porque o Espírito Santo te ensinará naquele momento o que é melhor para dizer.
Palavra de Salvação.
Glória a você, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A AJUDA DO ESPÍRITO SANTO - No Evangelho, somos convidados a refletir sobre o testemunho que damos de nossa fé. Em nosso mundo, é muito normal encontrarmos pessoa que têm vergonha de falar sobre sua fé. Quem age dessa maneira, no entanto, é porque talvez não tenha convicção daquilo que acredita. No Evangelho, Jesus mostra-nos que aqueles que o negarem também serão negados por ele diante dos anjos, mas aqueles que o amarem e testemunharem serão defendidos por ele. Que possamos, em nossa vida, demonstrar nossa fé por palavras e atos, para que, na Pátria Celeste, sejamos acolhidos por Deus.

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Sexta-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 12,1-7)

Os cabelos de vossa cabeça estão todos contados.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12,1-7.

Naquele tempo, milhares de pessoas se reuniram, a ponto de uns pisarem os outros. Jesus começou a falar, primeiro a seus discípulos: "Tomai cuidado com o fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Não há nada de escondido que não venha a ser revelado, e não há nada de oculto que não venha a ser conhecido.
Portanto, tudo o que tiverdes dito na escuridão, será ouvido à luz do dia; e o que tiverdes pronunciado ao pé do ouvido, no quarto, será proclamado sobre os telhados.
Pois bem, meus amigos, eu vos digo: não tenhais medo daqueles que matam o corpo, não podendo fazer mais do que isto. Vou mostrar-vos a quem deveis temer: temei aquele que, depois de tirar a vida, tem o poder de lançar-vos no inferno.
Sim, eu vos digo, a este temei. Não se vendem cinco pardais por uma pequena quantia? No entanto, nenhum deles é esquecido por Deus. Até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
NÃO SE DEIXAR CORROMPER - No Evangelho, temos uma advertência de Jesus, uma chamada de atenção para que tenhamos cuidado com o fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Essa observação dele ainda continua muito atual, pois muitas vezes o cristão, iludido com as falsas seguranças e alegrias do mundo, deixa-se levar pela correnteza da sociedade, abandonando a vivência da verdadeira segurança e alegria, que são frutos da vivência do Reino de Deus. Viver os ensinamentos de Cristo é ser fermento de seu Reino em meio a uma sociedade tão necessitada.

#minisermao (19/10/18)

O demônio é o pai da mentira; quer expulsá-lo de sua vida? Proclame a verdade. O demônio é o príncipe das trevas, para afastá-lo é preciso acender a luz, por isso quem se aproxima do seu confessor e fala com humildade seus pecados, revela a verdade do seu coração, ele está praticando um verdadeiro exorcismo, o demônio não pode nada contra pessoas verdadeiras; mas quer ser cúmplice do demônio? Esconda as coisas, viva na mentira, tenha mil segredos que não podem ser revelados do mal que você fez. O corrupto é cúmplice de Satanás. (Lc 12,1-7)
Pe. Joãozinho, scj

CONVITE!

Todos estão convidados a viverem este momento tão importante.
Semana da Família na Paróquia de Nossa Senhora dos Aflitos.
A família precisa da nossa atenção.
Rezemos por ela. 🙏🏻
Participem!

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Senhor, quem vos seguir, terá a luz da vida!

Meditando o Evangelho da 4ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

A Igreja recorda hoje a memória de Santo Inácio de Antioquia.
 
Evangelho (Lc 11,42-46)

Aí de vós, fariseus; ai de vós também, mestres da Lei.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,42-46.

Naquele tempo, disse o Senhor: "Ai de vós, fariseus, porque pagais o dízimo da hortelã, da arruda e de todas as outras ervas, mas deixais de lado a justiça e o amor de Deus. Vós deveríeis praticar isso, sem deixar de lado aquilo. Ai de vós, fariseus, porque gostais do lugar de honra nas sinagogas, e de serdes cumprimentados nas praças públicas. Ai de vós, porque sois como túmulos que não se veem, sobre os quais os homens andam sem saber".
Um mestre da Lei tomou a palavra e disse: "Mestre, falando assim, insultas-nos também a nós!" Jesus respondeu: "Ai de vós também, mestres da Lei, porque colocais sobre os homens cargas insuportáveis, e vós mesmos não tocais nessas cargas, nem com um só dedo".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.
 
Reflexão sobre o Evangelho:
A JUSTIÇA E O AMOR SÃO ESSENCIAIS - Novamente acompanhamos Jesus, que apresenta os seus "ais" aos fariseus e doutores da Lei. São questionamentos sobre a fé que praticam, em que buscam o cumprimento de um rigorismo nas obrigações religiosas, deixando de lado o essencial, que é a vivência do amor e da fraternidade. São práticas religiosas meramente externas, que não produzem frutos no coração daqueles que a realizam. Dessa forma, Jesus não quer abolir as obrigações religiosas, mas deseja que essas obrigações sirvam para ajudar a formar o interior da pessoa, com um coração convertido ao amor.

#minisermao (17/10/18)

Se você falar as verdades doa a quem doer, provavelmente colocará em risco seu prestígio. Lembre-se: Jesus foi muito criticado também. Ele falava aos fariseus que eles eram hipócritas; Ele falava aos mestres da lei que eles colocavam pesados fardos nos ombros das pessoas e depois não carregavam os fardos eles mesmos; chegou a chamar os fariseus de sepulcros caiados; claro que o prestígio de Jesus, naquela elite intelectual do seu tempo não era o melhor prestígio, sua reputação estava em risco, mas Ele era um profeta que falava a verdade doa a quem doer.
(Lc 11,42-46)
Pe. Joãozinho, scj

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Senhor, que desça sobre mim a vossa graça!

#minisermao (16/10/18)

 
São santos os pés que se sujaram para tirar um irmão da lama. A caridade purifica o coração. Uma religião que procura pessoas puras, irrepreensíveis na aparência, pode deixar a pessoa suja na essência; para Deus o importante não é parecer, mas ser; o importante não é a aparência, mas a essência. Os fariseus criticaram Jesus, porque alguns dos discípulos não lavam as mãos antes da refeição, e era um preceito religioso, Jesus disse: "O que é melhor, um copo limpo por fora e sujo por dentro ou um copo até aparentemente sujo por fora mas limpo no seu interior?" (Lc 11,37-41)
Pe. Joãozinho, scj

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

São Oscar Romero Rogai por nós pecadores!

....São Oscar Romero, mártir da América Latina, rogai a Deus por todos nós. São Oscar Romero terá um lugar nos altares das igrejas mas terá sempre um lugar no meio do pobre e humilde.

Encontramos em Jesus o caminho certo para a nossa vida.

Deixemo-nos converter por Jesus, pois Ele nos indica o caminho no qual devemos andar.

Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho da Segunda-feira da 28ª Semana do Tempo Comum

A Igreja recorda neste 15 de outubro Santa Teresa de Jesus!
 
Evangelho (Lc 11,29-32)

Nenhum sinal será dado a esta geração a não ser o sinal de Jonas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 11,29-32.

Naquele tempo, quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: "Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas. Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria do Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão. No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A EXIGÊNCIA DE SINAIS - No Evangelho, vemos Jesus falar às multidões, o que significa que também fala a cada um de nós. E quando percebemos que ele nos fala, refletimos sobre nossa acolhida e conversão à sua Palavra. Jonas foi um sinal de conversão para os ninivitas, e Jesus é um sinal para toda a humanidade. Assim nos perguntamos por que as pessoas ainda pedem sinais, se o próprio Jesus é o maior sinal de Deus. Se diante desse sinal não nos convertemos, outros sinais não serão dados. Que abramos o coração para, com fé e esperança, acolher sua mensagem de conversão.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DOS AFLITOS.

AGENDA DE MISSAS:
• 08/10(SEGUNDA)
- 17h30 = Comunidade rural Flores.
• 10/10(QUARTA)
- 19h = Comunidade rural Piedade.
• 11/10(QUINTA)
- 12h = Missa da Hora da Graça na matriz.
- 19h = Procissão de Abertura da Festa de Nossa Senhora Aparecida e Missa na comunidade rural Timbaubinha.
• 12/10(SEXTA)
- 19h = Missa campal em honra de Nossa Senhora Aparecida na comunidade rural Timbaubinha.
• 13/10(SÁBADO)
- 17h = Missa na comunidade rural Barra de São Pedro.
- 19h = Celebração da Palavra na comunidade rural Timbaubinha.
- 19h = Missa do Sacramento da Crisma na matriz presidida pelo nosso bispo diocesano.
• 14/10(DOMINGO)
- 7h e 19h = Missa na Matriz.
- 9h30 = Missa na Capela de Santa Cecília.
- 17h = Procissão e Missa de encerramento da festa de Nossa Senhora Aparecida na comunidade rural Timbaubinha.

O Senhor se lembra sempre da Aliança!

Usemos de misericórdia para com o próximo!

Em um mundo cercado de misérias como o nosso, estamos ficando mais miseráveis, porque não sabemos usar de misericórdia para com o próximo. "Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes? Ele respondeu: 'Aquele que usou de misericórdia para com ele'. Então Jesus lhe disse: 'Vai e faz a mesma coisa'" (Lucas 10,36-37).
Somos seletivos até para amar, amamos quem queremos e não amamos quem o Evangelho nos ordena amar. É preciso refletir sobre o Evangelho que escolhemos viver ou o Evangelho que pretendemos viver.
Quem é o nosso próximo? É aquele que usamos de misericórdia para com ele. Em um mundo cercado de misérias como o nosso, estamos ficando mais miseráveis do que o mundo, porque não sabemos usar de misericórdia para com o nosso próximo. Que o Senhor nos converta!

#minisermao (08/10/18)

A compaixão é o princípio da solidariedade, do amor em gestos; é preciso sentir a dor do outro. Jesus contou a Parábola do Bom Samaritano, todos viram aquele homem caído e deram respostas teóricas, ideológicas: "Que absurdo esta violência, precisamos uma política que acabe com esta violência..." Mas não pararam; entenderam a dor do outro mas não sentiram a dor do outro; aquele samaritano deixou as teorias de lado, deixou as ideologias de lado, sentiu compaixão, sentiu a dor daquele homem no seu coração, e a sua compaixão se transformou num gesto de solidariedade e ele iniciou a resolver o problema. Isso é a caridade cristã. (Lc 10,25-37)
Pe. Joãozinho, scj

sábado, 6 de outubro de 2018

Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo e ensinai-me vossas leis e mandamentos...

O Pai nos escolheu e escreveu nosso nome no Céu!

A nossa alegria deve ser porque o Pai nos amou, escolheu-nos e escreveu o nosso nome no Céu. "Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: ‘Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado'" (Lucas 10,21).
Ter o nome escrito no Céu é a grande graça que Deus nos dá; combater os demônios, para que o nosso nome não seja apagado, para que a nossa vida não seja vencida pela força do mal nem que o mal reine em nossa vida.

#minisermao (06/10/18)

Existe uma sabedoria imensa que repousa nas pessoas simples; os complicados costumam não ver o essencial. E naquele dia, Jesus exultou no espírito e disse: "Eu te louvo Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondestes estas coisas aos sábios e inteligentes e as revelastes aos pequeninos." A simplicidade esconde uma engrenagem complexa; os complicados na verdade são simplórios, se preocupam com mil detalhes e prolongam o seu discurso, os simples falam pouco mas dizem tudo. (Lc 10,17-24)
Pe. Joãozinho, scj

Comece o seu dia mais feliz meditando o Santo Evangelho do Sábado da 26ª Semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 10,17-24)

Ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 10,17-24.

Naquele tempo, os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: "Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome".
Jesus respondeu: "Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago. Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal. Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu".
Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar".
Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: "Felizes os olhos que veem o que vós vedes! Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir".
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Reflexão sobre o Evangelho:
A ALEGRIA DO APÓSTOLO - Acompanhamos o retorno dos setenta e dois que foram enviados em missão. Eles retornam exultantes de alegria, a qual se torna contagiante, pois compreenderam as maravilhas que foram realizadas na missão. As dificuldades foram muitas, mas a fidelidade e perseverança os conduzem à vitória na missão. A recompensa não é humana, mas divina, pois o missionário terá seu nome escrito nos céus. Esse é o convite de Jesus, que se renova sempre a nós, de estarmos abertos à missão, para que, por meio de nossa fragilidade humana, Deus possa revelar sua grandeza à humanidade.

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Conduzi-me no caminho para a vida, ó Senhor!

#minisermao (05/10/18)

Ser uma pessoa religiosa ainda não dá a certeza da salvação; é preciso amar como Jesus amou. Grande parte dos milagres, prodígios, belíssimos sermões de Jesus foram feitos num triangulo de pequenas cidades chamadas Cafarnaum, Corazim e Betsaida. Certa ocasião Ele disse: "Ai de ti Cafarnaum! Ai de ti Corazim! Ai de ti Betsaida! Se os milagres que se realizaram nestas cidades tivessem sido realizados na região pagã de Tiro e Sidônia teriam se convertido. Os milagres, os prodígios, são sinais que favorecem a nossa conversão, mas se nos acostumamos à prática religiosa e deixamos de amar o irmão perdemos o tempo da porta do céu. (Lc 10,13-16)
Pe. Joãozinho, scj

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

PARTICIPE!

Lembrando para todos que hoje, às 12h, na matriz de Nossa Senhora dos Aflitos, temos um encontro pessoal com Jesus Eucarístico.
Venha participar da missa da HORA DA GRAÇA DE DEUS!!!

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes!

Precisamos ganhar almas para o Reino de Deus!

Se você é um homem e uma mulher de Deus não promovam a guerra, porque não é com guerra que levamos o Reino de Deus, não coloquemos as pessoas umas contra as outras, não promovamos acusações. Sejamos, de fato, promotores da paz.
Quando vamos anunciar o Reino de Deus precisamos ganhar almas para Jesus, pessoas para o Reino de Deus. "Não leveis bolsa nem sacola nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho! Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: 'A paz esteja nesta casa!'" (Lucas 10,4-5).
Quando vamos anunciar o Reino de Deus nos ocupamos com ele e não com as coisas materiais ou com as vantagens que vamos levar. Quando vamos anunciar o Reino de Deus precisamos ganhar almas para Jesus, pessoas para o Reino de Deus. Não tem nada que se compare a uma alma convertida e evangelizada. Por isso, anuncie com desprendimento, tenha tempo na sua vida para anunciar o Evangelho.
Se o coração precisa estar desprendido o que vamos levar para a casa ou para as pessoas que anunciarmos o Reino de Deus? Levamos o reino da paz, levamos a paz. Em qualquer casa que entrar, dizei: “A paz esteja nesta casa!”, porque as casas do mundo inteiro estão necessitando de paz. O que entra pela televisão e pelas redes sociais, o que entra no meio em que estamos são os conflitos, guerras, disputas e desentendimentos por qualquer coisa.
Quem é de Deus promove a paz, leva a paz, faz a paz acontecer. Pode ser que você não saia da sua casa para ir pessoalmente à casa de outra pessoa mas, hoje, no mundo em que estamos das redes sociais, os vários mecanismos para se evangelizar: televisão, rádio e internet precisam promover a paz.